jusbrasil.com.br
20 de Setembro de 2021

[Vídeo] Quais os documentos para usucapião?

Entenda os documentos necessários para conseguir passar o imóvel pro seu nome.

Sofia Medeiros, Advogado
Publicado por Sofia Medeiros
há 7 meses

Se você precisa saber por onde começar para finalmente poder chamar o imóvel de seu, fica de olho que vou te contar quais documentos você precisa para iniciar essa trajetória até conseguir a usucapião.

A tranquilidade de ter um imóvel em seu nome e poder resguardar seus filhos do direito a propriedade após o seu falecimento exige organização. O acervo documental para a comprovação da usucapião é bastante extenso, uma vez que estamos falando de você se tornar proprietário do imóvel, sem, necessariamente, ter pago qualquer valor por isso.

Na usucapião você precisa ter em mente que é crucial saber a história do imóvel, quem está como proprietário no cartório de registro de imóveis? Isso você consegue saber com a busca pela certidão de matrícula do imóvel. Isso se o imóvel tiver matrícula.

Outro ponto crucial é: quanto tempo você está na posse do imóvel? Essa informação é necessária para que o advogado que te acompanhará saiba em qual modalidade de usucapião você se encaixa, pois a depender do tempo e da utilização do imóvel, os requisitos mudarão.

Assim, comprovar o tempo da posse com documentos, faturas com o endereço do imóvel objeto da usucapião, contas de água, luz em seu nome, contribuirão sobremaneira para o sucesso do seu caso.

Mas não para por aí! A lista de documentos é extensa e essencial para que você consiga finalmente ter a segurança necessária diante do registro da propriedade em seu nome, após o procedimento da usucapião.

Para te ajudar, deixei gratuitamente os documentos essenciais para você ingressar com a usucapião extrajudicial (no cartório) ou judicial nesse link: https://www.correademeloemedeiros.com.br/post/quais-os-documentos-para-usucapi%C3%A3o-extrajudicial-... . É só fazer o download que você verá por onde começar. Espero ter ajudado!

Lembre que não existe possibilidade de ingressar com o pedido de usucapião sem o auxilio de advogado, mesmo no caso de usucapião extrajudicial.

www.correademeloemedeiros.com.br

Não esquece de curtir se o conteúdo foi útil (: Até a próxima!

7 Comentários

Faça um comentário construtivo para esse documento.

Não use muitas letras maiúsculas, isso denota "GRITAR" ;)

Foi muito importante, já que estou tratando da elaboração de um usucapião extrajudicial. continuar lendo

Que coisa boa, Adão! Fico muito feliz em contribuir! Sucesso (: continuar lendo

Ótimo conteúdo...Parabéns! continuar lendo

Pois é Dra. Sofia, como a senhora muito bem esclarece sobre o assunto (usucapião), não é tão simples como alguns imaginam e, como se não bastasse, ainda mais dependendo da nossa "justiça tartaruga". Tenho um processo desses, na mesa de uma juíza, só faltando ela assinar, mas segundo a advogada, ela está com problemas pessoais e, praticamente não comparece ao seu local de trabalho (fórum) e, como se não bastasse, agora alega que o seu local de trabalho está "infectado" pelo tal vírus chines (?). Como não há quem a fiscalize (?), o jeito é aguardar, aguardar e aguardar... continuar lendo

Que situação deliciada, Perciliano! Infelizmente existe a morosidade da justiça, realmente... sabia que dá para migrar do processo judicial para a resolução no cartório? Confie na sua advogada, apenas ela vai saber a melhor estratégia para você, mas é importante verificar todos os caminhos para o melhor atendimento do seu direito, no menor prazo possível (: Torço pelo sucesso do seu caso! continuar lendo

Muito grato Dra Sofia, pelas informações. Essa migração para o cartório, a advogada aventou também essa hipótese, mas alertou do que seria necessário para isso, como ex. provas testemunhais de vizinhos seria uma delas. Então achamos por bem continuar com o processo, mas foi nos dado outra alternativa, através da Prefeitura local, que, de acordo com Lei recente a respeito (?), dentro de 30 dias mais ou menos, receberemos a competente Escritura do Cartório local. Não é só o nosso caso; são vários no Município, que estão sendo resolvidos através da Prefeitura, do mesmo modo. continuar lendo

Ótimo conteúdo!

Me ajudou sobre algumas dúvidas. continuar lendo